quinta-feira, 12 de junho de 2008

Gripe de Murphy

Pois é, bem na minha folga, gripe braba.
O pior da gripe não é a gripe, mas me sentir um lixo inútil, sem conseguir fazer nada, enquanto as unhas pedem um esmalte, a casa pede uma faxina, eu quero sair, andar, malhar, ecrever e por aí vai.

Ganhei dois dias de repouso no atestado médico... mas... Ver as coisas por fazer e não poder fazer está além da minha capacidade conciliatória com a ansiedade.

Sem contar que os médicos daqui (que, a propósito, não são daqui) são todos uns imbecis. Você reclama do atendimento pelo plano de saúde aí no Brasil? Pense bem antes de dizer isso da próxima vez, pois vocês não imaginam o que é uma consulta (paga) porca. É tudo que tenho a dizer.

Coisas de Natália.

5 comentários:

.Ná. disse...

ô, dó! Fica boa logo, tá?
Beijos

Gabriel Fiorini disse...

Puts... ninguém merece gripe no dia de folga heim.... ao menos dá pra dormir um pouco rsrs

Bom fds
bjs

Nica disse...

Ih... a gripe atingiu a Austrália! Mon Dieu! O vírus chegou ao outro lado do globo bem rápido.

Médico é igual em todo canto? Acho q sim... mas tem alguns que prestam.

Melhoras.

Nat, disse...

Pessoas! Obrigada pelos votos de melhorança! Já estou beeeeemmmm melhor agora (que passei a gripe pro maridão, hahahaha!!!!). Beijos, queridos!

Tititi disse...

Ia te desejar melhoras, mas acabei de ler o seu comentário aí em cima! Então, melhoras pro maridão! hehehe
E, menina, como tu é rápida, nem deu tempo de te avisar e tu já viste o selo!!! hahaha
Bjokas!!!