segunda-feira, 1 de setembro de 2008

O adeus ao caderninho

Meus caderninhos onde anoto as sandices que coloco aqui (ou não, hehe!) são companheiríssimos. Fico triste quando algum deles chega ao fim. É bom começar um caderninho novo, eles são como "novas fases".
Então esta é uma postagem póstuma (hihi) ao caderninho verde que chegou ao fim semana passada.
Ele agora descansa no gaveteiro do lado da cama, junto com seus outros colegas. Servirá sempre para consultas rápidas, recordações, etc.


Um comentário:

marcinha disse...

ei tatá, o caderninho azul que vc mandou pra mim anda dentro da minha bolsa tb, mas tá longe de acabar... ainda vou aprender com vc a escrever nos caderninhos... bj, mamys.