terça-feira, 19 de janeiro de 2010

isso aqui, ôô...

Esqueci de contar esse caso. Aconteceu mês passado.
Fui levar o cachorro ao veterinário. Dirigia por uma ladeira estreita (em curva) de mão única, quando chegando no final da rua, imaginei:
-Já pensou se vem algum idiota na contra mão?
...
Gentem, queria eu que fossem os números da mega-sena que tivessem passado pela minha cabeça.
Vem o próprio idiota. Despretensiosamente, e ainda falando ao celular. Freia, olha pra minha cara mas continua no celular.
Não passam dois, então ALGUÉM TEM QUE VOLTAR DE RÉ! O manual diz que quem tá na contra mão, se não bateu, que se vire pra voltar.
Eu paro, olho pro céu, faço batuque no volante, ajeito o cabelo olhando no retrovisor e, cansada de esperar que ele engate a ré, olho fundo na cara do sujeito.
Ele enfim dá ré no carro, falando ao celular.
Avancei à medida que ele saía da minha frente e segui.
Ele espera no cruzamento, travando todo mundo, desliga o celular e faz cara feia.
Quando passo ao lado dele, ele manda essa de dentro do carro:
- Por nada viu??
...
Vi pelo retrovisor que ele voltou e seguiu pela mesma contramão.

Olha, eu nem perco mais meu tempo pensando porque é que temos que viver nesse trânsito adorável...

3 comentários:

Pris disse...

;@ Que podreee é o transito brasileirooo ;x POr isso tantas mortes no transito, as pessoas insistem em inflingir as leis, por isso que dizem que o homem colabora para sua propria destruição... hummm, mas de onde ele vinha tinha ao menos uma sinalização né? porque isso também falta muiitooo no brasil! ;x

ligadona disse...

Às vezes eu agradeço por não ter carteira de motorista ainda, porque eu ia xingar mta gente idiota!
=1

.Ná. disse...

Foi por nada, foi por tudo. Sempre tem uns idiotas que acham que ainda fazem favores ao obedecer certas leis!
Beijos